Cabeceio no Futsal







Cabeceio nada mais é do que golpear a bola com a cabeça. Ele deve ser executado preferencialmente com a testa (parte frontal da cabeça) e com os olhos abertos, para que o jogador possa determinar com maior precisão para onde a bola lançada (Mutti, 2003). Também segundo o mesmo autor a testa é a melhor região de contato da cabeça com a bola, porém o cabeceio também pode ser feito com a lateral e com a porção superior da cabeça. Segundo Tenroller (2004), é a ação de golpear a bola com a cabeça, dependendo do lugar da cabeça onde ocorre o contato com a bola, está ganhará maior ou menor velocidade ou direção. O cabeceio poderá ter propósito defensivo quando usado para afastar a bola da zona de defesa, há o cabeceio passe, que ocorre quando a bola é impulsionada até um colega de equipe e o cabeceio ofensivo, que é o que resulta na consecução do gol. É importante a quem executa o cabeceio fazê-lo com a boca fechada, a fim de evitar morder a língua. Também deve, se possível, cabecear com os olhos abertos para que possa ver antes e depois da trajetória da bola e se o alvo será ou não atingido.

Assim como o chute também tem como objetivo à finalização de uma jogada, ou a defesa de uma jogada, assim o cabeceio ofensivo tem como objetivo alcançar o gol do adversário, e o defensivo de defender um ataque adversário. O cabeceio ofensivo normalmente é realizado após um cruzamento seja ele de uma jogada pela lateral do campo, por um cruzamento de escanteio, ou cobrança de uma falta. O cabeceio é uma habilidade especifica dentro do futsal e apresenta erros de simples correção, porém muito freqüentes, sendo desta forma importante sua correção para que não virem hábitos difíceis de serem corrigidos posteriormente.


Comente:

Tecnologia do Blogger.