Finalização ou chute ao gol no Futsal







Considerado por muitos como um dos principais elementos técnicos do futsal, é o fundamento com maior poder de decisão durante uma partida. Caracteriza-se por bater na bola com o pé, cabeça ou outra parte do corpo, fazendo com que essa vá em direção ao gol. Também segundo Costa (2007), é a força que o atleta imprime na bola objetivando o gol na equipe adversária.

Conhecido como chute ou remate, ele faz parte da essência do futsal, sendo assim, Mutti (2003) fala que a finalização assemelha-se muito com o passe, exceto pelo fato de que o jogador necessita maior controle da força e da direção ao acertar a bola. Tenroller (2004) diz que é a ação de golpear a bola parada ou em movimento, visando desviá-la ou dar-lhe trajetória, preferencialmente em direção ao gol.

Dentre as diversas formas de ser realizado, o chute com o peito do pé é o mais utilizado, pois com isso os jogadores conseguem imprimir maior força de remate em direção ao gol. A finalização com a parte interna do pé é um chute no qual o atleta consegue maior precisão, colocando a bola com mais facilidade onde desejar. Existe também o remate com a parte externa e com o “bico” do pé, os quais são utilizados em horas de “aperto” onde o jogador não possui maiores alternativas.

Chute é a ação de golpear a bola parada ou em movimento visando desviá-la ou dar-lhe trajetória (LUCENA, 2001). É um fundamento que precede o gol. A técnica do chute tem uma grande semelhança com a do passe, sendo que, a intenção, o objetivo e a força aplicada servem para diferenciá-los. Dentre as técnicas utilizadas, é a que detém o gesto motor mais natural para ser executado.


Comente:

Tecnologia do Blogger.