Jogadores de Corinthians e Orlândia destacam favoritos ao título







Na noite desta sexta-feira, uma partida muito emocionante foi o que se viu no Parque São Jorge. No final dos 40 minutos, o Corinthians levou a melhor sobre a Intelli/Orlândia, venceu por 3 a 2 e reassumiu a liderança da Liga Futsal. De quebra, o time alvinegro ainda abriu cinco pontos de folga em relação ao atual detentor do título.

O ínicio de Liga Futsal para o Corinthians tem sido muito bom. O Timão ainda está invicto, com campanha de sete vitórias e três empates. Simi, um dos principais nomes do elenco corintiano, ressalta que o campeonato é forte, mas dificilmente o título deve sair das mãos dos quatro times mais qualificados.

"Acho que a nossa equipe começou muito bem a liga, está da forma que todos os jogadores esperavam, com os quatro grandes (Corinthians, Joinville, Orlândia e Carlos Barbosa) no topo da tabela. Só o Carlos Barbosa que tem oscilado um pouco", disse o pivô, que também exaltou a importância do triunfo sobre os orlandinos. "Hoje foi um resultado importante, expressivo, contra uma grande equipe, dentro da nossa casa e isso nos dá muito mais moral. Uma vitória importante para você manter a primeira, segunda colocação. Ainda mais por você ganhar de uma equipe que vai disputar o título nacional", frisou o camisa 11.

Do lado da Intelli/Orlândia, o experiente Vinicius também crê que as equipes que se prepararam mais saem em vantagem, mas observa que a fórmula do campeonato não permite grandes previsões.

"Acredito que as equipes que mais investiram vão ficar no topo da tabela, vão disputar o título. O Corinthians abriu cinco pontos em relação ao nosso time, o Krona/Joinville está bem também, mas no final, se resolve tudo nos playoffs. Ainda é muito cedo para definir quem é o favorito ao título", falou o bicampeão mundial com a camisa da Seleção Brasileira.

Lenísio, supervisor do Corinthians, também adotou o mesmo discurso do irmão Vinicius e rechaçou a possibilidade de qualquer prognóstico: "Não só esse jogo, todos os jogos estão bem nivelados. É uma das ligas mais equilibradas dos últimos anos. São muitos jogos, muitos pontos, mas que definem pouca coisa, já que somente três de 19 times são eliminados. A gente sabe que depois, numa fase de grupos, vai afunilando e a gente espera chegar bem nesses momentos decisivos".

Apesar do resultado negativo, o discurso dos jogadores do Orlândia esteve longe de adotar uma postura pessimista. O astro Falcão, que teve uma atuação apagada no confronto desta sexta, acredita que a grande 'bagagem' do time do interior paulista vai fazer a diferença na reta final.

"Esse ano tem quatro equipes que vão despontar bem, que vão dar uma disparada: Joinville, Corinthians, nós (Orlândia) e Carlos Barbosa. Dificilmente vai fugir disso. Claro, sempre tem uma surpresa, outras equipes correndo por fora, mas os números até agora mostram que não vai ser muito diferente", contou. "A gente espera estar lá no bolo. Na hora do 'vamos ver' eu sei como nossa equipe reage e, então, vamos fazer valer a nossa experiência", ressaltou o astro da camisa 12.

Agora, o Corinthians volta as suas atenções para o compromisso em casa contra o Cia do Terno/Minas, enquanto que o Orlândia se prepara para enfrentar o São Caetano/Construban, novamente longe de sua torcida. Ambas as partidas serão disputadas na próxima segunda-feira, às 19h15 (de Brasília).




Comente:

Tecnologia do Blogger.